Principais Contra Indicações e Efeitos Secundários do Chá Verde

Posted by Chá Verde Team on setembro 09, 2011 in Contra Indicações tagged with , , , , , , ,

As Principais Contra-Indicações do Chá Verde

O chá verde de Camellia Sinensis é uma bebida medicinal feito à base de plantas, cujos efeitos benéficos são bem conhecidos para combater a obesidade, e ainda pelas suas propriedades rejuvenescedoras e antioxidantes. Mas à semelhança de qualquer produto, natural ou quimicamente alterado, nem tudo são rosas e existem sempre cuidados a considerar bem como efeitos secundários que podem vir a causar desconforto ou situações verdadeiramente desagradáveis e perigosas.

As mais comuns contra-indicações do chá verde são muito similares às de qualquer chá em geral, mas deve estar sempre presente, a ideia de que cada ser humano é um mundo e que algo que é absolutamente inócuo para uma pessoa pode ser muito gravoso para outra. Bem, mas vamos então ficar a saber quais são estas contra-indicações e aproveitar para desmistificar algumas que parecem ser verdades absolutas!

Chá Verde Bloqueia a Absorção de Ferro

É verdade! Sabe-se que o tanino presente, frequentemente, no chá verde é responsável por impedir a absorção do ferro contido nos alimentos. O ferro pode ser encontrado em vários alimentos e não apenas na carne, fígado ou peixe. Não são apenas os produtos de origem animal os únicos que contêm ferro, uma vez que os alimentos de origem vegetal e os ovos também o possuem na sua composição, apesar de ser outro tipo de ferro. O que é interessante saber é que o ferro existente na carne e peixe é do tipo heme e o presente nos vegetais e ovos é do tipo não-heme. O que quer isto dizer? Simplesmente que a absorção do ferro tipo heme não está directamente dependente de outro componente, mas o ferro tipo não-heme está. Por ex. uma fruta rica em vitamina C como o kiwi irá ajudar a aumentar a absorção do ferro presente numa refeição rica em ovos. Incrível não acha?

Concluindo, os taninos presentes no chá verde, não devem ser ingeridos às refeições (especialmente naquelas que sejam ricas em ferro) porque o tanino+ferro= composto não solúvel nem absorvido. Misturar leite deve ser igualmente evitado, pois este neutraliza a acção antioxidante do chá verde.

Grávidas e Lactantes Devem Fugir do Chá Verde

Sem dúvida! É do senso comum que as mulheres lactantes não devem beber café, e o chá verde não foge à regra. A principal razão reside no facto do chá verde conter quantidades significativas de taninos, que podem causar vómitos e náuseas e à concentração de teofilina (elemento químico estimulante do tipo da cafeína).

Estudos realizados recentemente têm concluído efeitos nefastos da cafeína no desenvolvimento do sistema nervoso do bebé e pensa-se que o chá verde pode prejudicar gravemente os níveis de ácido fólico na grávida. Este ácido é um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento cerebral no feto e como tal, é preciso evitar ao máximo o seu consumo.

Chá Verde Provoca Cancro

Sim e Não! Na realidade, o chá verde tem uma poderosa acção anticancerígena, devido ao seu incrível poder antioxidante. Porém, se ingerido em grande quantidade, pode revelar-se mais perigoso. Porquê? Porque o chá verde possui elevada concentração de flúor.
O flúor é um elemento químico que está associado a doenças cancerígenas, renais, cerebrais e do cólon. É ainda responsável por causar transtornos de memória, concentração e atenção.

Desde que não abuse na ingestão de grandes quantidades diárias de chá verde, é possível beneficiar das suas propriedades anticancerígenas!

Insónias e Chá Verde Não São Compatíveis

Efectivamente, esta é uma questão frequente que pode ter algum fundamento. O chá verde possui teofilina (estimulante semelhante à cafeína) e outras propriedades que podem ajudar a promover a elevação da pressão arterial, daí existirem pessoas que podem experienciar insónias e/ou perturbações do sono.

Porém algumas dicas podem ajudar a combater este efeito indesejado. Aqui ficam apenas alguns conselhos que vão ajudar a diminuir a probabilidade de ocorrência de insónias:

  • Fazer uma infusão fraca do chá
  • Beber pequenas doses
  • Esperar 2 min após a água ferver para fazer a infusão
  • Beber até 20 min após as refeições
  • Não beber 3 a 4 horas antes de se deitar

Pode fixar estas dicas, pois elas fazem parte da receita ideal para desfrutar das melhores propriedades e efeitos do chá verde.

Chá Verde – Demasiado Estímulo

O chá verde tem um forte poder estimulante, tremendo na sua acção devido à grande presença de
teofilina. Por isso, não é de estranhar que se registe um aumento da pressão arterial ou que algumas
pessoas que sofrem de algum tipo de debilidade cardíaca podem sentir palpitações cardíacas
irregulares (arritmias e taquicardia).

O chá verde não é definitivamente recomendado para pessoas hipertensas!

Gastrite e Chá Verde

Os estômagos mais fracos não apreciam a composição do chá verde. Esta pode causar alguma irritação estomacal com sintomas e uma sensação muito desagradável e incómoda. A solução para contornar este problema e também para as pessoas que não apreciam o seu sabor, está na sua ingestão através de cápsulas.

Chá Verde Tem Interacções Medicamentosas

De facto! O chá verde tem concentração de vitamina K e no caso de se estar a tomar medicamentos anticoagulantes é importante saber que a Vitamina K bloqueia a sua acção. Também se sabe que o chá verde potencializa a acção da doxoburricina e dos seus derivados.

Metabolismo Acelerado com Chá Verde

Certo. Este pode ser o reverso da medalha. O mesmo chá verde que estimula o metabolismo de forma a queimar mais quantidade de gordura é, pelo mesmo motivo, inadequado para pessoas que sofrem de hipertiroidismo.

O chá verde é um chá medicinal que usado e preparado correctamente, de acordo com a tradição milenar Oriental, não apresenta qualquer efeito nefasto. É só preciso:

  • Fazer a sua infusão
  • Não ingerir em grandes quantidades (3 a 4 chávenas por dia depois da refeição.
  • Esperar 2 min após a água ferver para fazer a infusão
  • Beber até 20 min após as refeições e de preferência até às 17:00
  • E…nunca reaquecer o chá!

O chá verde deve ser bebido com moderação e de forma informada. Os seus benefícios ultrapassam os potenciais efeitos secundários mas estes não devem ser ignorados e devem ser observados com atenção.